Trabalho leva professor da rede estadual a projeto federal

07/06/2019     Michele Furtado

O professor tem um papel relevante na sociedade, pois dedica toda sua formação acadêmica para ser um mediador de conhecimento e contribuir não somente com o processo de aprendizagem do aluno, mas também para o seu desenvolvimento enquanto cidadão. Nas escolas da rede estadual, um desses exemplos de docente é o professor Eduardo Figueiredo.





Eduardo entrou para o quadro de servidores da Secretaria de Estado da Educação em 2008, como professor de história, fez pós-graduação em gestão de trabalho pedagógico e hoje contribui para a educação do estado na Unidade Escolar Joel Ribeiro e Unidade Escolar Professora Osmarina. O interesse pela docência nasceu bem cedo, ainda quando cursava o ensino fundamental e passou a ajudar os colegas que tinham dificuldade nas aulas. Na universidade, desenvolveu diversos trabalhos e, a partir daí, começou a trilhar seu caminho de dedicação ao ensino.
 

Entusiasmado, Eduardo comemora mais uma conquista em sua carreira. Foi selecionado para participar da "Missão Pedagógica no Parlamento", iniciativa da Câmara dos Deputados, em Brasília. O evento tem o objetivo de oferecer aos educadores brasileiros formação em educação para a democracia. Professores de todo o Brasil, dois de cada estado e do DF, participam de uma intensa semana de formação em Brasília-DF, na qual aprendem e socializam saberes e práticas sobre como fortalecer a escola.


No primeiro momento, de todos os inscritos no país foram sorteados eletronicamente 432 professores, sendo 16 por Estado. Na fase presencial, foram selecionados dois de cada unidade da Federação que tiveram melhor desempenho na etapa à distância. A dupla escolhida receberá certificado de curso de formação de 130 horas, os demais 14 pré-selecionados receberão certificado de 40 horas. A viagem é custeada pela Câmara dos Deputados e ocorrerá entre 10 e 14 de junho.




"Estou bastante motivado para a etapa presencial do programa. Tem sido uma oportunidade valiosa, principalmente no tocante ao aprofundamento de temas tão relevantes", disse o professor. Ainda de acordo com ele, refletir com os alunos acerca da atuação democrática e cidadã nas relações sociais, é imprescindível, sobretudo na atual conjuntura política que estamos inseridos. Essa capacitação enriquecerá bastante nossa prática docente. 


Para Eduardo, ser docente nos dias atuais exige mais do profissional. "Com a informação acessível a todos, é preciso que o professor esteja sempre atualizado, em sintonia com os alunos e com as tecnologias que eles utilizam. O aluno de hoje tem maneiras de pensar e agir bem diferentes dos estudantes de antigamente, cabendo ao professor a tarefa de aproveitar suas habilidades, compartilhar experiências e também absorver conhecimento", afirmou.


Emocionado, Eduardo conta que nunca se imaginou exercendo outra profissão e acrescenta que é preciso educar não só para que o aluno seja aprovado numa disciplina ou em um curso superior, é preciso ensinar para a vida. "Educar é um processo contínuo, e o mais gratificante em ser professor é ver a evolução do aluno, ver como cada um começa e como conclui aquela etapa de formação, além de ver a evolução do professor, que também cresce com o aluno".


Conhecido pela sua simplicidade, dedicação e competência, Eduardo é fonte de inspiração para muitos alunos e ex-alunos, que vêm surgindo na carreira docente através dos seus incentivos.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI