Técnicos das GREs recebem formação para educação especial

09/08/2019     Willame Lucas/Fotos: João Allbert

Com intuito de aprimorar a qualificação aos profissionais responsáveis pelas salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio da Gerência de Educação Especial (GEE), finaliza nesta sexta-feira (9) a formação "Diretrizes operacionais norteadoras do trabalho em salas de recursos multifuncionais (SRM)".

A formação que iniciou ontem (8), teve como público-alvo os técnicos das 21 Gerências Regionais de Educação que irão multiplicar as diretrizes discutidas no encontro aos professores que realizam o atendimento educacional especializado para alunos com Altas Habilidades/Superdotação nas escolas da rede estadual de ensino. 


À frente da Coordenadoria de Educação Inclusiva da SEDUC, Vivien Veloso explica que a formação aos técnicos é fundamental para o atendimento especializado alcance todos os municípios do Piauí.

"Nas GREs, os técnicos serão os multiplicadores responsáveis pela formação das diretrizes operacionais nas salas de recurso de todo o estado. A partir da formação, os técnicos serão capazes de realizar o monitoramento nas escolas, fornecer respostas ao trabalho dos professores, auxiliar no trabalho para efetiva inclusão dos alunos com deficiência ou dotação de altas habilidades na aprendizagem", pontua Vivien Veloso. 

Durante a programação com oficinas elaboração do Plano de Desenvolvimento Individual (PDI); oficinas de protocolo de observação e avaliação do aluno na sala recursos multifuncionais.


Os técnicos das GREs discutiram abordagens para sala de aula quanto a avaliação e seção cognitiva; avaliação da linguagem oral e escrita; avaliação do nível de desenvolvimento lógico; avaliação das funções psicomotoras. 

Auxílio aos professores do AEE

Para além das formações, a SEDUC elaborou em 2018 um livro, distribuído para as escolas do município e capital, que norteia o trabalho dos professores nas salas de recursos multifuncionais, como explica Vivien Veloso.

"O livro norteia a atuação do professor quanto à organização da sala de recursos, quais as atribuições profissionais que acompanham o AEE, auxilia a caracterizar as deficiências dos alunos matriculados na escola, cria estratégias para o trabalho e como produzir o plano de desenvolvimento individual (PDI) para cada o aluno alcançar uma boa aprendizagem", afirmou a coordenadora.


Atualmente a SEDUC conta com 150 salas de atendimento especializado distribuídas em todos os municípios.  Cerca de 1.300 alunos encontram-se atendidos pelo ensino especializado no contra turno com três aulas somadas ao ensino regular.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI