Seduc realiza videoconferência sobre o Dia D da BNCC

02/08/2018     Joely Rocha



Para garantir que todos os professores conheçam a proposta e realizem suas contribuições para a Base Nacional Comum Curricular para o Ensino Médio, a BNCC, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realizou o "Dia D" na quinta-feira (02), que teve um caráter formativo sobre o documento e, ao mesmo tempo, abriu espaço para que professores contribuam, indicando suas sugestões de melhorias, que serão consolidadas pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). A atividade foi realizada por meio de videoconferência, via Canal Educação, para toda a rede pública de educação do Piauí.

Carlos Alberto, coordenador estadual da BNCC; Ellen Gera, diretor da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc; Marília Aragão, uma das líderes da construção do documento no Ensino Fundamental e Gerente de Ensino Fundamental na Seduc; e Clebe Sousa, gerente de Ensino Médio da secretaria, estiveram à frente da atividade para fazer esclarecimentos.

A proposta da Base para o Ensino Médio foi entregue ao Conselho Nacional de Educação (CNE) no dia 3 de abril de 2018. Atualmente, esse documento está em discussão e passa por processo de consulta pública.

De acordo com Carlos Alberto, coordenador estadual da BNCC, a audiência pública não chega a todos os professores, então "é necessário fazer com que o documento da Base chegue à escola para que eles entendam o que está acontecendo e para sejam desmistificadas todas as questões que estão aparecendo. A partir disso, as contribuições serão feitas e ajustadas. Passando da homologação final, as redes vão se organizar para montar os comitês estaduais, para que possamos construir o currículo piauiense voltado para o Ensino Médio, lembrando que já estamos fazendo esse trabalho no Ensino Fundamental", esclarece.

O diretor da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc, Ellen Gera, explica que esse não é o momento de homologar a BNCC, mas uma oportunidade para as equipes pedagógicas das escolas, professores, diretores e coordenadores tomem conhecimento sobre o teor da BNCC e façam um amplo debate para que, ainda nesse momento, possam dar sua contribuição para que a Base represente toda a diversidade do Brasil.

"Nesse momento não entra a questão de ser a favor ou contra, mas de debater para conhecer a BNCC e fazer, com consistência, as críticas necessárias para que esse documento tenha uma validade nacional e represente, de fato, o nosso estado do Piauí", explica o gestor

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI