Programa Estadual de Acesso à Higiene Íntima inspira acolhimento e protagonismo feminino

24/11/2021     Lívia Barradas/ Fotos: Leandro Matos

"Nos sentimos acolhidas com essa iniciativa. Saber que também podemos contar com a escola para ter acesso aos absorventes higiênicos é algo maravilhoso". Foi o que disse a estudante Tamires Sousa, aluna do 1º ano do Colégio Liceu Piauiense, ao receber o kit do Programa Estadual de Acesso à Higiene Íntima nas escolas da rede estadual do Piauí.  





 

Além de Tamires, mais de 100 mil estudantes serão contempladas mensalmente com os absorventes higiênicos. O Programa Estadual de Acesso à Higiene Íntima prevê, ainda, a realização de palestras educacionais, dentre outras ações de promoção da saúde da mulher.


"O nosso intuito é proporcionar que as nossas alunas da rede estadual tenham acesso à higiene e que a falta de um absorvente não impeça a aluna de ir para a aula. Oferecer absorvente gratuito é também promover a saúde, não podemos permitir que as nossas meninas não tenham acesso ao básico", disse o governador.


 

 

A ação é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), como forma de ajudar a resolver questões ligadas à chamada pobreza menstrual. Para isso serão investidos mensalmente R$ 576.255,00, em benefício de 115.101 alunas matriculada na rede estadual. 



A temática é vigente em todo o país e na esfera pública contou com o apoio da deputada federal Rejane Dias, autora do Projeto de Lei 61/2, que inclui entre as atribuições do Sistema Único de Saúde (SUS) a distribuição de absorventes higiênicos às mulheres em situação de vulnerabilidade social. 



"Em parceria com a Coordenadoria de Políticas para Mulheres podemos levar às escolas palestras, oficinas, formações e outras ações de proteção à mulher. Precisamos ajudar toda a comunidade escolar a ver a menstruação como algo natural e biológico. O nosso objetivo é fazer com que as meninas se sintam bem e respeitadas dentro do ambiente escolar e que nada atrapalhe seu direito de frequentar a escola?, afirmou o secretário de estado da educação, Ellen Gera.

 

 

No Colégio Liceu Piauiense, em Teresina 213 meninas serão contempladas com a iniciativa e nesta quarta-feira (24) já começaram a receber os kits com absorventes higiênicos. A escola contará com o apoio do Grêmio Estudantil para fazer a distribuição.




"Estamos muito felizes com a execução do Programa Estadual de Acesso à Higiene Íntima. Além de fortalecer o direito social dessas meninas, é uma nova forma de apoio e acolhimento para elas dentro da escola. É o protagonismo ativo dessas meninas", afirmou Samara Santiago, diretora do Colégio Liceu Piauiense.

 

O Programa Estadual de Acesso à Higiene Íntima 

 

O Programa Estadual de Acesso à Higiene Íntima nas escolas da rede estadual do Piauí foi instituído em outubro de 2021, seguindo a instrução normativa Nº: 3/2021 da Secretaria de Estado da Educação.  

 

Todas as escolas da rede pública estadual serão contempladas com o programa. A distribuição dos insumos terá como base o Censo Escolar e a estimativa é que mais de 107 mil meninas, a partir de 9 anos, sejam beneficiadas com a distribuição de absorventes.  

 

As escolas receberão R$ 5,00 por cada estudante para adquirir os produtos e serão responsáveis pela aquisição e distribuição, conforme a necessidade das estudantes. 

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI