Professor do Liceu recebe prêmio de Educ em Direitos Humanos

16/12/2019     Marconni Lima

 

Na última sexta (13/12), aconteceu a oitava edição do Prêmio de Educação em Direitos Humanos 2019, promovido pelo Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos do Piauí, que consiste na premiação de personalidades, organizações e ações e experiências, com o objetivo de homenagear, promover e dar visibilidade às instituições e pessoas, que pelo compromisso, dedicação e testemunho, destacaram-se na luta pela dignidade e pelo respeito ao ser humano, em particular aos trabalhos e ações com o destaque na defesa e promoção da Educação em Direitos Humanos. O professor do Liceu Piauiense, Leônidas Elva de Sá recebeu, no auditório do Tribunal de Justiça do Piauí, o prêmio de "Pessoa de Reconhecida Referência em Prol dos Direitos Humanos no Piauí".


O Projeto Curta Liceu Direitos Humanos, desenvolvido no CETI Zacarias de Góis - Liceu Piauiense, surgiu em 2013 com o objetivo de inserir a educação em direitos humanos na sala de aula e tem como resultado final do trabalho desenvolvido, a criação e produção de curta-metragem abordando os direitos humanos. Esse processo procura estabelecer a probabilidade da expressão e da criação por meios audiovisuais que deixam de ser apenas uma ferramenta didática, pretendendo uma interação continuada que permite mais do que olhar imagens, mas interpretá-las visando à criação de novas mensagens, informações e conhecimentos. Esse trabalho tomou grande visibilidade e reconhecimento no Estado do Piauí, junto ao professor Leônidas, que vem se destacando em sua trajetória profissional, como professor do Liceu Piauiense, desenvolvendo projetos em educação e direitos humanos.  



"Sempre é bom sermos reconhecidos. Saber que alguém está olhado para o teu trabalho e percebendo que ele é de grande relevância para contribuir na construção de um mundo justo de fato. Mas não construímos nada sozinhos. Os estudantes são incríveis. Quando motivados, estudam e constroem conhecimentos. Este prêmio é também para os estudantes do Liceu Piauiense, gestão e os colegas professores que apoia e colabora com esse projeto", destaca o professor.


O Projeto é desenvolvido nas aulas de Filosofia e Sociologia com os estudantes de 2ª série e tem como dispositivo a sala de aula. A sala de aula como espaço de educar em Direitos Humanos. Para socializar os trabalhos, é promovido uma mostra com os filmes produzidos com os estudantes com temáticas relacionadas aos direitos humanos, e este ano aconteceu a VII  Mostra de Curtas Direitos Humanos, no Teatro 4 de Setembro com exibição de 7 filmes.


 

Para o professor, a escola tem o papel de escolarizar, mas vai além disso. Deve ter também o papel de promover e garantir a liberdade e a dignidade dos seus estudantes. "Educar em direitos humanos tem esse propósito. Educar nossos estudantes para que reconheçam o outro como seu semelhante, que reconheça o espaço escolar como um espaço da diversidade humana, da pluralidade, da singularidade e igualdade, o espaço da vida em vista um mundo de fato humano, sem intolerância, preconceito, violência e morte", destaca.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI