Escolas definem estratégias com a Pactuação de Metas 2018

29/06/2018     Ranielly Veloso

Em continuidade ao trabalho iniciado nesta quinta-feira (28) pelas ações das estratégias do programa Pacto pela Aprendizagem, os coordenadores de ensino e tutores de acompanhamento pedagógico das 21 Gerências Regionais de Educação (GREs) do Piauí têm como missão nesta sexta-feira (29) a partir dos dados da prova Saepi (Sistema de Avaliação Educacional do Piauí) entender de quais formas eles podem elaborar planos de ações para melhorar o ensino nas escolas da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Para isso, consultores da Fundação Lemann estão em Teresina para orientá-los na Oficina de Pactuação de Metas 2018, que ocorre na Escola Fazendária até o fim do dia.



A coordenadora do Pacto pela Aprendizagem, Viviane Holanda, destaca que a plataforma Foco pela Aprendizagem vai ajudar os professores, coordenadores e tutores a analisar os dados obtidos pelos alunos da rede. Inicialmente, esses dados estão sendo registrados com base no resultado da prova Saepi 2017. "A pactuação de metas consiste em fazer com que o coordenador da escola e gestor pedagógico se debrucem sobre os dados das escolas, os resultados alcançados pelo Saepi e mais tarde pelo Saeb (Sistema de Avaliação Educacional do Brasil) e entenda qual é a qualidade dessa nota para que a partir daí ele possa traçar ações que sejam benéficas e aderentes à estrutura da escola e assim melhorar essa nota cada vez mais", explica confiante a coordenadora.



Marisa Costa, que é consultora pedagógica do Formar, da Fundação Lemann, veio do Rio de Janeiro, para somar a esse processo de melhoria no aprendizado na educação do Piauí. "Nós estamos fazendo a multiplicação preparando os gestores para que eles possam passar aos demais professores. Vamos trabalhar todos os materiais, explicar como é que eles vão utilizar. Trouxemos ideias, atividades e dinâmicas para a análise dos dados das escolas, comparar com os de 2017 e pensar as metas para 2018", conclui Marisa Costa.



Os mais de 40 coordenadores de ensino que estão em Teresina para a oficina entendem essa etapa como fundamental para o bom andamento do planejamento das aulas, dessa forma os professores podem identificar qual a dificuldade de cada turma e preencher a lacuna. O coordenador de ensino da 4ª GRE, Antônio Avelar, apoia a estratégia: "!nós vamos pegar os nossos resultados da regional e aí montaremos um planejamento estratégico, pois com base nessa realidade é que vamos ver quais as dificuldades dos alunos e melhorar e também não deixar estacionado os que estão bem, é importante essa questão do reforço".




SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI