Escola engaja alunos com Olimpíadas e Projetos de Leitura

30/07/2020     Willame Lucas

Com a adoção do ensino remoto, em razão da pandemia gerada pelo novo coronavírus, a Unidade Escolar Alberto Leal Nunes buscou inserir os alunos em atividades extras visando a prática de estudos mais leves e atrativas durante este período. Agora, estas ações estão inscritas na edição especial 2020 do PGE - Prêmio Gestão Escolar.

O prêmio tem o intuito de reconhecer e valorizar as escolas que estão se empenhando na solução dos desafios impostos pelo afastamento social de forma criativa, inovadora e comprometida com a continuidade da aprendizagem dos alunos, do apoio aos professores e colaboradores e com o vínculo deles com a escola.


O diretor, Ismael Lima Dantas, pontua que aos poucos a escola tem conseguido ampliar a participação dos alunos nas atividades e projetos durante o isolamento social.

"Este ano letivo tem sido atípico pelo motivo que já conhecemos e exigiu nossa reinvenção ao adotar o ensino remoto para continuar as atividades curriculares. Como o ensino remoto tem na base o uso das tecnologias para sua execução, buscamos utilizar as redes sociais, que já são um ambiente frequentado por nossos jovens em sua maioria, para apresentar as atividades e, assim, mostrar o outro lado no qual a maioria dos nossos alunos não se apropriou para estudar", esclareceu.

Circuito olímpico

Com expressiva adesão dos estudantes nos principais concursos e olimpíadas estudantis, a unidade escolar tem conseguido manter o engajamento dos estudantes nas competições.

Registro das atividades anterior à pandemia.

Os estudantes estão inscritos nos principais eventos como Canguru de Matemática, com todos os alunos inscritos; Olimpíada Sapientia, com dez representantes; Olimpíada Nacional de Ciências, que envolve física, química, biologia, astronomia e história; Olimpíada Internacional de Matemática e do Conhecimento e Olimpíada Nacional de História do Brasil, com 04 equipes, além da tradicional Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

"Um projeto que está em curso antes mesmo da pandemia desde o início de 2019, é tocante à participação dos alunos em olimpíadas científicas de todas as áreas e desde o início os alunos são orientados e recebem apoio didático e de material para participar de concursos. A preparação para as olimpíadas acontecia antes da pandemia com grupos de estudo e agora acontecem por meio de aplicativos e grupos do WhatsApp", relata o diretor Ismael.

Projetos de Leitura

A segunda via do projeto é relacionada à área da leitura. O diretor explicou que a escola Alberto Leal Nunes procurou desenvolver projetos de leitura e escrita com o uso das mídias sociais e em parceria com editoras.

"Percebemos que a leitura nesse momento de isolamento social seria nossa grande aliada em manter nossos alunos com uma rotina de estudos de maneira mais leve, assim buscamos parcerias em projetos já existentes para inserir nossa escola. A partir da sugestão de duas alunas, Hevelin Cristyny e Gleicyelen, foi criado o Clube de Leitura Virtual "Albertinos", com as leituras compartilhadas em reuniões quinzenais visando tornar a leitura mais prazerosa", ressaltou o gestor.


Os alunos tiveram a oportunidade de participar do FLIPOP 2020, festival de literatura pop organizado pela Editora Seguinte, que aconteceu on-line em razão da pandemia.

"Promovemos a campanha #AlbertoLealNunes no Flipop 2020 e cada comentário, pergunta  e participação de nossos alunos nas mesas de cada debate dos escritores  nas lives seria transformado em um livro e conseguimos ao longo do Festival mais de 100 participações. A atividade permite também mostrar que o outro lado das redes sociais pode ser educativo seja na participação de lives para as olimpíadas ou debates sobre livros nos clubes de leitura virtual", explicou o diretor.

A escola também vem desenvolvendo atividades em parcerias com editoras nacionais em prol dos seus estudantes e professores, como pontua Ismael Dantas.

"Ainda em julho entrei em contato com o grupo da editora Companhia das Letras e estamos com uma parceira para nossos projetos, com disponibilização de E-books, materiais, listas temáticas, textos, contos semanais, participação em festivais literários, cursos para alunos e professores, como a jornada pedagógica oferecida pela editora em julho a professores", finalizou.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI