Enem em Libras beneficia candidatos com surdez

14/05/2019     Livia Barradas


Pessoas com surdez que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019 têm à disposição conteúdos exclusivos em Língua Brasileira de Sinais (Libras).


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou uma versão do edital em Libras em seu canal no YouTube, além de um passo a passo das inscrições, especialmente para a comunidade surda.


As ações fazem parte do Enem em Libras, uma iniciativa da Política de Acessibilidade e Inclusão direcionada à comunidade surda que tem a Língua Brasileira de Sinais como primeira língua.




Seduc realiza atendimento especializado às pessoas com deficiência


A Secretaria de Estado da Educação, por sua vez, dedica grande atenção para os estudantes com necessidades especiais que farão o Enem. Desde a sua implantação, o Pré-Enem Seduc tem a preocupação com a acessibilidade e a inclusão de todos os estudantes.


"Além do intérprete de Libras para pessoas com deficiência auditiva em todas as revisões, todos os locais têm acessibilidade para pessoas com deficiência física. Além disso, nosso aplicativo para smartphones também possui simulados comentados em vídeo e voz e podem ser utilizados também para beneficiar pessoas com deficiência visual", relata o secretário de estado da educação, Ellen Gera Moura.


Quanto aos espaços de aplicação do Enem, esses espaços são selecionados pelo MEC/INEP, normalmente escolas, universidades públicas ou instituições de ensino superior particular. Os coordenadores também são orientados a escolher locais com acessibilidade.


"O estudante informa no ato da inscrição sua necessidade especial para a realização da prova. Desta forma, os locais já são pensados em atender às demandas específicas. A grande maioria das nossas escolas já conta com acessibilidade, principalmente as que tem alunos com necessidades especiais", completa Ellen Gera.


 

A Seduc também conta com intérpretes educacionais no Centro de Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS-PI) e nas escolas que notificam a matrícula de alunos com essa necessidade. Atualmente, a Seduc atende 1.886 alunos especiais através do Atendimento Educacional Especializado (AEE). Deste número, 244 são surdos que, por meio dos cursos de LIBRAS, a Língua Brasileira de Sinais, têm a oportunidade de aumentar a capacidade de comunicação e chegar a fazer, inclusive, o Enem logrando aprovação. 

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI