Com pandemia, Pedagogos se adaptam a novas rotinas escolares

20/05/2020     Willame Lucas


Importante instrumento na formação educacional, o Pedagogo, homenageado no dia 20 de maio, é um profissional que está em constante adaptação às novas necessidades da educação. Os profissionais que planejam, executam e coordenam tarefas distintas, e muitas vezes complexas na área de educação, se vêem agora no desafio de se adaptar às mudanças impostas pelo novo coronavírus e com o ensino à distancia em tempo de isolamento social.

Com três anos e meio na Unidade Escolar Sinval de Castro, a pedagoga Anderlyvia Nunes Franklin relata como foi se readaptar em seu primeiro ano como coordenadora pedagógica em um mundo totalmente novo para professores e alunos, e dar continuidade ao ensino no ambiente virtual. 

"De inicio não foi nada fácil, pois sabemos ainda da dificuldade de muitos professores em relação a tecnologia e sempre me coloquei a disposição de ajudar no que for preciso. Com a pandemia procurei oferecer ainda mais o suporte a toda equipe,  mesmo todas trabalhando em home office. Fiz um tutorial de tudo que era solicitado para desenvolver um bom trabalho, desde de como usar um a ferramenta word até tirar dúvidas dos alunos no WhatsApp", relata a pedagoga.


Adaptação a tecnologia 

Plataformas como o aplicativo iSeduc Aluno, disponibilizado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e até de mensagens como o WhatsApp foram aderidos às novas práticas pedagógicas  de aulas remotas.

"Na escola procuramos um meio de chegar em todos os nossos alunos de forma igual, sem diferenciar um do outro e, para atingir o máximo de alunos possível, optamos por um guia de estudo e atividades  extras de forma impressa. Organizamos os roteiros, produzimos o pacote das as atividades e informamos aos pais a data e horário de cada turma receber o seu. Foram criados grupos no whatsapp para retirar dúvida dos alunos e passar as informações necessárias".


Anderlyvia explica que a situação exigiu uma nova relação entre os profissionais e a tecnologia para alcançar os alunos. "Sabemos que a cada dia que passa a tecnologia vai sendo algo constante em nossas vidas e não podemos fugir dela. E o pedagogo deve sempre procurar andar com essas novas mudanças e sempre trabalhar em parceria, gestão, professores e família, pois o momento exige calma, tranquilidade, pois sabemos que tudo isso vai passar", disse.

Suporte a professores

A pedagoga Lia Sousa, que faz parte da Gerência de Ensino Infantil e Ensino Fundamental, falou sobre o trabalho da Seduc para auxiliar os profissionais da educação neste período. Inicialmente foi realizado o mapeamento da rede por meio de formulários eletrônicos com escuta ativa dos gestores, professores, alunos e familiares. 

"A partir deste mapeamento da rede, com intuito de explorar todas as possibilidades dos nossos alunos frente a suspensão das aulas, nós diariamente enquanto técnicos nos encontramos em trabalho remoto assessorando as Gerencias Regionais de Educação na aplicação dos planos de ação que foram elaborados conjuntamente com todas as equipes pedagógicas", disse.


Lia reforça que os meios de comunicação mais diversos foram adequados conforme a intencionalidade da escola.

"Estamos junto com as escolas nos reunindo em grupos de trabalho de forma remota e multiplicando este trabalho junto as GREs. Saimos do presencial neste momento, mas o nosso anseio é garantir que nosso aluno não se afaste do objeto de conhecimento que vai promover a sua aprendizagem. Buscamos todos os meios de promover esta interação entre Seduc, GRE, escolas e alunos", finaliza.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI