Alunos do Helvídio Nunes recriam casa sustentável

29/11/2019     Willame Lucas/Fotos: João Pio

O estímulo à produção de móveis, objetos decoração e até roupas foi o método escolhido pela gestão e professores do CETI Helvídio Nunes para apresentar o conceito de sustentabilidade aos alunos. Na manhã desta sexta-feira (29), os estudantes apresentaram suas criações no I Festival de Artes.




A iniciativa foi trabalhada após a definição de temas geradores de atividades, sendo neste bimestre a arte. A escola deu seguimento apresentando o tema sustentabilidade aos alunos em sala de aula para que entendessem a importância deste assunto, como explica a diretora do Ceti, Auristela Torres.


"Neste bimestre a arte na escola foi o tema escolhido, então decidimos realizar o projeto de sustentabilidade incluindo a arte. Por meio das atividades realçamos a importância do aluno entender que o material descartado pode ser reaproveitado. Por duas semanas eles trabalharam produzindo os espaços de uma casa, reciclando materiais e também o trabalho de decoração. O que eles estão produzindo servirá para aperfeiçoarem a questão de sustentabilidade até em casa", disse Auristela Torres.




Tendo os próprios alunos à frente da execução, eles iniciaram o projeto com a divisão dos espaços, coleta de materiais e produção de cada ambiente simulando uma casa com sala, quarto, banheiro, cozinha e quintal.



Com muita criatividade, eles apresentaram peças de decoração, utensílios e móveis criados a partir de matériais coletados, destacando a importância da reutilização. Os alunos se dividiram entre a produção, ornamentação, decoração e também explicaram como produziram.


Recriando o ambiente da cozinha, a turma do estudante Mauryanderson Bento utilizou diversos materiais para construir móveis e decorar o espaço.


"Utilizamos no ambiente da cozinha materiais reciclados com uma bancada para pia, cadeira, prateleira, bandeja, cortinas e porta copos como utensílios, e mais os objetos de decoração. Com o nosso ambiente explicamos que a reciclagem se faz através da transformações de objetos do lixo em material novo", explica o aluno.




O grupo do estudante do primeiro ano, Nicolas plácido, recriou o espaço do banheiro e aponta que o conhecimento sobre a reutilização dos materiais pode ser utilizado também em casa.


"Entendemos que é possível não gastar muitos materiais, como o exemplo do banheiro, que utilizamos os objetos coletados na rua como caixa de sabão, barbante, garrafas plásticas, canos e caixas de madeira entre outros. A partir destes trabalho podemos até utilizar estas criações em casa", ressalta Nicolas.   


Outro viés de reaproveitamento e sustentabilidade desenvolvidos pelas turmas foram as roupas produzidas com materiais descartados entre cds, garrafas plásticas, jornais e tecidos. Durante o festival, os estudantes apresentaram em um desfile as roupas criadas.




A estudante do 2º ano, Ingrid Lorrana, explicou como seu grupo definiu a criação da roupa e produziram a partir dos materiais descartados.


"Pensamos que materiais poderíamos trabalhar e para a criação utilizamos elásticos, grampos, cds e jornal. Em uma das modelos dobramos todos os jornais para criar o top na parte de cima, utilizamos grampos para criar a saia e trançamos alguns papéis para criar um cinto. Já na segunda aluna criamos um body com pedaços de cd, o cinto trançado e a saia utilizando jornal", explica a aluna.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI