Seduc prorroga solicitação de afastamento para pós graduação

Notícias
A Secretaria de Estado da Educação informa que o processo de solicitação de liberação para afastamento das atividades laborais, para participação em cursos de pós-graduação stricto sensu, foi prorrogado até dia 20 de Abril. O benefício é concedido aos profissionais da educação básica integrantes do quadro efetivo da Rede Pública Estadual de Ensino
 
A alteração foi considerando a adoção de medidas de propagação ao coronavirus (COVID-19), especificamente  nas recomendações das autoridades sanitárias para atendimento  não presencial nos órgãos públicos.  A mudança  foi no cronograma de execução referente ao 1º Semestre/2020 – ANEXO I do EDITAL GSE SEDUC-PI Nº 001/2020 que estabelece os procedimentos para que os Trabalhadores da Educação Básica do Estado do Piauí concorram às vagas de afastamento integral ou parcial disponibilizadas pela Secretaria Estadual de Educação do Piauí (SEDUC-PI), para cursarem pós-graduação stricto sensu.
 
Para solicitar o afastamento, os servidores devem ser titulares de cargo efetivo da rede, sendo vedada a participação aos servidores que estejam em exercício de função gratificada, à disposição, cedidos ou permutados para outros órgãos.
 
Servidor em estágio probatório também poderá solicitar o afastamento, porém sem direito à remuneração de seu cargo. Durante o período do afastamento, ficará suspensa a contagem do tempo do estágio probatório, voltando a ser contabilizado quando do retorno do servidor ao exercício de suas atividades laborais.
 
Para requerer o afastamento referente ao ano de 2020, o requerente deve acessar o site www.seduc.pi.gov.br/concursos/, preencher a ficha de inscrição on-line e enviar a documentação listada no item 4 de acordo com o cronograma para o 1º semestre: 02 de março a 20 de abril de 2020. 
 
Serão ofertadas 100 (cem) licenças para estudos de pós-graduação stricto sensu para o ano de 2020 aos servidores efetivos da rede pública estadual da educação básica do Piauí, lotados em setores ligados à Seduc, nas Gerências Regionais de Educação (GREs) e nas Unidades Escolares, a critério da administração.
POR MICHELE FURTADO.
FONTE: ASCOM SEDUC
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *