Seduc participa de ação Piauí: Pilares de Crescimento

07/06/2018     Michele Furtado


Desde o início da semana, técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e da Diretoria de Crédito Externo da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan) e representantes do Banco Mundial estão realizando uma série de reuniões da primeira etapa da Missão de Revisão de Meio Termo do Programa "Piauí: Pilares de Crescimento e Inclusão Social".

Participam dos encontros, o superintendente de Ensino Superior da Seduc, Ellen Gera, superintende institucional, José Barros, gerente do Ensino Médio, Cléber Gonçalves, gerente de ensino fundamental da Seduc, Marília Aragão, diretora da Unidade de Educação Técnica e Profissional (Uetep) da Seduc, Adriana Moura e também representantes de vários órgãos, dentre eles representantes do Instituto de Terras, Coordenadoria de Política para Mulheres e Ouvidoria Geral do Estado.



Durante a semana, foi realizada a apresentação sobre a revisão de meio termo e resultados esperados das duas fases da missão (junho e julho) e apresentação da 1ª versão do relatório de avaliação do projeto, para a revisão de meio termo. Foram avaliados indicadores sobre gestão fundiária, identificação e arrecadação das terras do estado, regularização fundiária dos assentamentos do Interpi, regularização dos territórios quilombolas, entre outros encaminhamentos.

Relacionado à educação, foram abordados temas como a observação dinâmica de sala de aula, educação profissional, escolas de tempo integral e projeto Poupança Jovem.

O superintendente de Ensino Superior da Seduc, Ellen Gera, disse que a reavaliação no início do projeto é necessária e importante com o objetivo de analisar e replanejar as ações do programa Poupança Jovem na busca de promover a sistemática de monitoramento e avaliação de impacto nas escolas que tem o programa implantado.



De acordo com André Loureiro, representante do Banco Mundial, todas as áreas estão tendo bons resultado.  "Nós precisamos aproveitar esse momento para reavaliar as ações e pensar quais os indicadores e metas precisam atingir para dar continuidade à sequência do programa do banco, que vai até 2020", avalia André.

O secretário de Estado do Planejamento, Antonio Neto, explica que, ao cumprir 50% do programa, o banco permite que se faça uma reavaliação das metas, e, havendo necessidade, alterar alguns indicadores. 

As reuniões prosseguem até dia 14 de junho. Haverá ainda a apresentação dos principais pontos da ajuda-memória, compromissos acordados e encerramento da missão.


SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEDUC
Av. Pedro Freitas, S/N - Bloco D/F - Centro Administrativo
CEP: 64.018-900 - Teresina - PI